MODA SEM GÊNERO? Entenda sobre essa tendência no Ouse Todo Dia!

imagem compressed 1080x635 - MODA SEM GÊNERO? Entenda sobre essa tendência no Ouse Todo Dia!

Assim como várias outras áreas, a moda está sempre em transformação, acompanhando as mudanças que acontecem ao seu redor e reinventando seus conceitos.

E em meio a tantas mudanças que temos visto ultimamente, um estilo tem ganhado bastante destaque: a moda sem gênero, ou agênero.

Para você entender mais sobre essa tendência, a Anna e a Sofia, YouTubers do Ouse Todo Dia, te falam sobre suas origens e mostram alguns looks. Clique no vídeo e confira:

A história por trás da tendência

Atualmente, o corpo e o gênero são questões fundamentais para a moda e, ao classificar as roupas, o sexo é o argumento mais comum. Dessa forma, acessórios, cores e texturas são usadas, muitas vezes, para demarcar a identidade das pessoas.

Mas o mundo nem sempre foi como o conhecemos hoje, não é? Muita coisa mudou, e essas mudanças têm reflexos na nossa cultura, no nosso estilo e no nosso modo de vida.

Para você ter uma ideia, até a Idade Média, as roupas de homens e mulheres tinham a mesma modelagem.  Foi a partir de 1700, que diferenças consideráveis foram inseridas no vestuário com base no gênero.  Dá para acreditar?

A chegada do Iluminismo marcou uma quebra do equilíbrio que existia nessa relação com as roupas. A partir de então, passou-se a perceber maior extravagância nas roupas femininas, que buscavam representar sedução e graça.

Ao mesmo tempo, o vestuário masculino passou a lembrar valores como o mérito, o trabalho, e a elegância severa, em oposição à fragilidade e delicadeza atribuídas ao feminino.  Essa distinção foi pautada no discurso cristalizado do sexo frágil.

Foi a Coco Chanel, estilista símbolo da mulher moderna  — e que toda fashionista ama de paixão —  que reinventou a moda feminina e incorporou a ela elementos da moda masculina, como camisas, calças e blazers. Essa virada aconteceu depois de 1920, levando maior ousadia e poder para o vestuário feminino.

De início, a revolução foi presenciada na indústria da moda e, aos poucos, esse novo estilo passou a influenciar na forma como as mulheres se vestiam.

Como você pode ver, a moda acompanha os movimentos de mudança do mundo. E com as crescentes discussões sobre questões de gênero, muitas marcas vêm investindo em peças destinadas a qualquer pessoa, sem fazer distinção de gênero. Mara, não é?

Mas afinal, o que é moda sem gênero?

Apesar de não existir um consenso sobre o que define a moda sem gênero, a ideia é que ela seja o mais inclusiva possível. Simples assim? Praticamente!

O objetivo desse estilo é quebrar as barreiras do que é considerado algo para homens ou para mulheres; ou seja, a ideia é criar uma forma de se vestir que seja livre de preconceitos e a favor da livre expressão.

O contexto em que a moda sem gênero surge quer se desligar do conceito masculino VS feminino, e lembra das discussões correntes sobre a sexualidade.

Esse movimento expressa o desejo de questionar regras e padrões, reforçando ainda o papel da moda como instrumento de expressão pessoal.

Uma peça sem gênero pode, por exemplo, carregar símbolos característicos do universo tido como feminino. Então pode ter rosa, babado e modelagem acinturada na moda sem gênero? Claro que pode, amiga!

O objetivo é pensar em pessoas reais, deixando de lado padrões idealizados, criando peças feitas para quem quiser usar.

A proposta é incorporar diversas possibilidades de cor, textura, modelagem e acabamento. Assim, a moda sem gênero permite que as pessoas se sintam livres para usar o que preferirem.

 

Referências da moda sem gênero

Toda fashionista ama uma referência, certo? E é delas que vamos falar agora.

Hoje, umas das maiores referências nesse estilo é o Estilista da marca americana Nicopanda, Nicola Formichetti, que já foi Estilista e Diretor de moda da Lady gaga por muitos anos. Uau!

nicopanda - MODA SEM GÊNERO? Entenda sobre essa tendência no Ouse Todo Dia!

Em várias entrevistas, ele disse que cria roupas para qualquer pessoa vestir, independentemente do gênero.

O Estilista Célio Dias, que desenvolve peças para a marca mineira LED, contou que para chegar em uma modelagem ideal para a sua marca, foi preciso uma pesquisa aprofundada sobre o que é melhor para o público que a marca pretende atingir, independente do gênero. Muita bacana, não é?

led - MODA SEM GÊNERO? Entenda sobre essa tendência no Ouse Todo Dia!

De forma geral, as peças trazem um novo conceito de modelagem, capaz de ficar bem em qualquer corpo. Para ele, a ideia é criar peças sem se prender a padrões estéticos já estabelecidos.

Veja os looks que montamos com peças sem gênero da marca LED para você se inspirar!

MASTER MONDAINE MODA AGENERO V01 compressed 576x1024 - MODA SEM GÊNERO? Entenda sobre essa tendência no Ouse Todo Dia!

MASTER MONDAINE MODA AGENERO V01 compressed 2 576x1024 - MODA SEM GÊNERO? Entenda sobre essa tendência no Ouse Todo Dia!

MASTER MONDAINE MODA AGENERO V01 compressed 1 576x1024 - MODA SEM GÊNERO? Entenda sobre essa tendência no Ouse Todo Dia!

MASTER MONDAINE MODA AGENERO VESTIDO CINZA1 compressed 576x1024 - MODA SEM GÊNERO? Entenda sobre essa tendência no Ouse Todo Dia!

 

E então, gostou de saber mais sobre moda sem gênero? Essa tendência promete marcar cada vez mais presença no universo fashion.

Para acompanhar mais conteúdos do Ouse Todo Dia, inscreva-se no canal da Mondaine, no YouTube, ou siga o nosso instagram @mondainebrasil. <3

Mondaine Brasil
Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *