Mapa de relocação: como a técnica influencia no dia a dia?

Mapa de relocação: como a técnica influencia no dia a dia?

Toda pessoa ligada ao seu lado místico, com certeza, já realizou um mapa astral. Ou, ao menos, sentiu curiosidade para conhecer melhor esse tipo de estudo. Quando realizamos esse processo, conseguimos conferir, detalhadamente, como estava o céu no dia de nosso nascimento — e como os astros influenciam o curso de nossas vidas. Agora, o que pouca gente sabe é que existe uma extensão dessa técnica: o chamado mapa de relocação.

De modo resumido, essa opção serve para descobrir como será a experiência de um indivíduo em uma cidade, estado ou país específico. Imagine, por exemplo, que você pretende se mudar para um lugar diferente. Ou então, vai fazer um intercâmbio. Com essa modalidade, ficará mais fácil descobrir como será a sua trajetória em terras distantes. Bem interessante!

Assim, queremos mostrar para as nossas leitoras to-dos os detalhes a respeito do tema. Ficou curiosa para mergulhar nesse mundo? Vem, que a gente vai te contar como funciona e quais são os primeiros passos para começar!

O que é astrocartografia?

O mapa de relocação é uma área de estudo que faz parte da chamada astrocartografia. A princípio, o nome pode até assustar, mas acredite: essa temática é superinteressante!

Criada no fim dos anos 1950 e amplamente presente em países como Estados Unidos e Inglaterra, essa técnica é pouco conhecida no Brasil, mas já vem despertando o interesse de muitas pessoas ligadas ao misticismo. Basicamente, a ideia é unir o mapa astral de um indivíduo com o mapa mundial. Assim, será possível identificar em quais locais da Terra é possível encontrar as suas energias planetárias.

Na prática, o estudo explica porque nos sentimos muito bem em determinados ambientes — ou regiões —, enquanto detestamos estar presentes em outras localidades. Pare e pense: você já viajou para alguma cidade e se sentiu 100% conectada com o seu clima e cultura? Provavelmente, a astrocartografia possui uma boa razão para explicar esse sentimento.

A parte boa? Qualquer pessoa pode aproveitar os ensinamentos dessa técnica como uma forma de evolução. Ao saber como vai ser a sua experiência em um lugar específico, será possível preparar melhor a sua energia e se manter alerta para os possíveis desafios que serão encontrados pela frente.

relocacaodemapa1 - Mapa de relocação: como a técnica influencia no dia a dia?

 

E não acabamos por aí…

Por meio dessa modalidade, ainda será possível saber mais a respeito das pessoas e situações provenientes de outros lugares e que possuem sintonia com você. Isso pode ser explicado, por exemplo, quando possuímos energias planetárias em outros países, mas nunca estivemos lá.

No entanto, temos várias experiências que nos conectam a essa cultura, como o que acontece quando nos relacionamos com alguém nascido nesse local, ou então, começamos a trabalhar em uma multinacional com sede no exterior.

relocacaodemapa2 - Mapa de relocação: como a técnica influencia no dia a dia?

 

Por que as nossas energias planetárias estão distribuídas pela Terra?

Agora que você já sabe o conceito básico do mapa de relocação, deve estar se perguntando: “ok, mas por que as minhas energias planetárias estão espalhadas por aí?”.

De acordo com o criador da técnica, o americano e astrólogo Jim Lewis, isso diz respeito à angularidade. De modo geral, os planetas angulares do mapa astral são aqueles que estão localizados bem perto das quatro cúspides principais (AC, MC, DC e IC). Segundo estudos da própria astrologia, os indivíduos que possuem um planeta em algum desses ângulos, apresentam uma influência muito mais intensa do que a normal.

O mapa de relocação

E aí, também precisamos entender sobre a relocação em si. Nesse sentido, será necessário “refazer” o seu mapa astral natal. O processo é muito simples: basta adicionar o dia e as horas do seu nascimento. Já no campo da cidade, será preciso incluir a região para a qual você pretende se mudar, visitar ou passar um período.

Porém, muita atenção! Durante esse processo, é fundamental adaptar o seu horário de nascimento com base nas horas da nova cidade. Vamos supor que você nasceu em São Paulo, às 6 da manhã. No entanto, deseja fazer a sua relocação para Londres. Então, o truque é acessar o Google e conferir qual seria o horário do seu nascimento por lá.

E o melhor: todos os planetas permanecerão nos mesmos signos e graus. A diferença é que o círculo das casas vai girar, fazendo com que você consiga visualizar uma perspectiva de experiência diferente em um novo lugar.

relocacaodemapa3 - Mapa de relocação: como a técnica influencia no dia a dia?

 

Não sei fazer o meu mapa de relocação. E agora?

Hoje em dia, existem várias plataformas on-line que permitem a elaboração do mapa astral natal e, consequentemente, do mapa de relocação. Algumas são 100% gratuitas, enquanto outras oferecem um plano pago. Os mais acessados do momento são: o Astrolink, o Personare, o Somos Todos Um, o Estrela Guia e o ViAstral.

Contudo, e por mais completinhos que esses portais sejam, a verdade é que eles não substituem a boa e velha visita a um astrólogo. Com esse profissional, especializado em astrologia, será possível passar por uma entrevista completa. Durante o bate-papo, o especialista observará os seus medos, desejos e até fará previsões para o futuro. Assim, ficará bem mais fácil obter um resultado certeiro e pronto para te guiar nos momentos mais importantes da sua vida.

Na própria internet, é possível encontrar uma ampla variedade de profissionais. Há, inclusive, alguns deles que atendem remotamente, por meio de um talk virtual e sem que você tenha que sair de casa.

Entre os benefícios de se consultar com um astrólogo de confiança, estão:

  • Será possível aumentar as chances de uma interpretação correta a respeito de seu mapa astral e mapa de relocação.

  • A consulta será bem aprofundada, podendo levar até horas até ser finalizada.

  • Os profissionais sérios possuem um compromisso com a verdade. Isso significa, que você será orientada a sempre tomar as melhores e mais seguras decisões.

  • Essas consultas também são excelentes para quem deseja praticar o autoconhecimento. Você se conhecerá ainda mais e entenderá as suas características mais fortes. Tudo de bom!

relocacaodemapa4 - Mapa de relocação: como a técnica influencia no dia a dia?

Viu só, bb? Depois de todas essas informações sobre o mapa de relocação — e a sua importância — temos certeza de que você está pra lá de curiosa para descobrir mais a respeito das suas próximas experiências. Aproveite para colocar as nossas dicas em prática e trabalhar a sua evolução!

Curtiu as nossas dicas? Então siga o nosso canal no YouTube. Lá, compartilhamos conteúdos e tendências exclusivas. Vai ser mara! 🔮

Mondaine Brasil
Related Posts

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *