Dia dos Pais 2020: como está a paternidade de hoje?

capablogmondaine - Dia dos Pais 2020: como está a paternidade de hoje?

Desde a década de 1950, o Dia dos Pais é comemorado no Brasil. Em todo o segundo domingo do mês de agosto, essa data foi criada para que os filhos consigam homenagear os papais de plantão, seja por conta do carinho, do suporte, do amor ou do exemplo oferecido durante as suas vidas.

Contudo, se o mundo vem passando por mudanças significativas, não seria diferente com esse tipo de celebração, concorda? Hoje, os jovens estão encarando a paternidade de um jeito diferente — não se limitando ao estereótipo dos homens desprovidos de sentimentos, que não sabem trocar as fraldas de um bebê ou, tampouco, consideram abordar temas delicados na hora de educar os seus filhos.

A paternidade moderna se tornou uma realidade e, ao que tudo indica, veio para ficar, se lapidando pelos próximos anos. Mas afinal, como essa mudança pode ser vista na prática? Como são os pais da atualidade? Para falar sobre o assunto, a Mondaine realizou uma live superbacana com o educador físico — e pai —, Marcos Marin. Bora entender melhor essa realidade!

Como a paternidade está mudando na atualidade?

Durante muitos anos, a sociedade tinha uma imagem muito bem definida do que era “ser pai”. Normalmente, essas figuras eram vistas como aqueles homens durões, que não demonstravam muito sentimento e tinham como única função sustentar e proteger a família. Porém, na última década o mundo passou por mudanças pra lá de significativas.

Hoje, as pessoas estão ampliando os seus pontos de vista, procurando evoluir e tornar a sociedade mais igualitária. Tal mudança, inclusive, pode ser bastante notada entre a geração dos millennials — que estão na faixa dos 35 anos.

São pessoas que receberam uma criação diferente daquela que foi dada aos nossos pais e avós. Consequentemente, esse modo de pensar passou a ser refletido no jeito como eles se comportam, encaram a vida e tomam atitudes importantes.

E o mais bacana, é que tal comportamento está redefinindo a chamada paternidade, fazendo com que esses indivíduos fiquem mais tempo com os seus pequenos, realizem atividades domésticas e outras tarefas que, até então, eram exclusivas das mães.

diadospais2020 - Dia dos Pais 2020: como está a paternidade de hoje?

Tendências para a paternidade? Temos!

Se estamos falando de uma sociedade em constante movimento e decidida a rever o seu modo de agir, é claro que também podemos esperar inúmeras tendências comportamentais para os papais mais jovens.

Isso significa que, daqui para frente, alguns hábitos se tornarão mais frequentes do que antes, estabelecendo um novo padrão e ressignificando a nossa ideia do que é “ser um pai”. Quais são eles? Te contamos abaixo.

Pai desde a gestação

Quem disse que gestação é papo de mulher? Que nada! Desde o momento em que descobrem a gravidez, os pais modernos acompanham todas as etapas dessa fase. Eles leem notícias, ouvem podcasts, compram livros exclusivos sobre o assunto e, até mesmo, conversam com profissionais para entender o que pode ser feito para tornar essa experiência mais simples e prazerosa.

Ainda tem mais! A maioria deles faz questão de acompanhar o momento do parto, estando presente na vida do filho desde o seu nascimento. Já ao sair da maternidade, eles aprendem, assim como as mães, a trocar fraldas, dar de mamar, ninar e qualquer outra obrigação básica, mas que, por muitos anos, foi ignorada pelo público masculino.

Divisão de agenda

Sim, bb: a expectativa é que, a partir de agora, os pais comecem a assumir mais as suas responsabilidades. E não estamos falando somente das tarefas básicas do dia a dia, mas sim, de todas as atividades que envolvem uma rotina doméstica. Ir ao supermercado, tomar decisões importantes no lar, levar os pequenos no médico, ajudar com o dever de casa, preparar o almoço, trocar as crianças… A lista é infinita e as mulheres agradecem!

diadospais20201 - Dia dos Pais 2020: como está a paternidade de hoje?

Mais tempo com os filhos

Até os anos 1990, era comum encontrar pais que somente ajudavam a pagar as contas de casa — mas, raramente, encontravam os seus filhos no decorrer da semana.

E, felizmente, isso não acontece mais com os homens modernos e que vivem em busca de transformar a visão de paternidade. Para eles, não basta “colocar a comida na mesa” — também é preciso cozinhá-la, servi-la e passar um bom período com a família após cada refeição.

Essas pessoas também priorizam muito o lazer e o entretenimento. Além das contas básicas, eles se veem na obrigação de fornecer momentos de bem-estar aos seus pequenos, utilizando o tempo livre para praticar atividades educativas, fazer brincadeiras ou, simplesmente, viajar em família no fim de semana.

Bônus

Recentemente, uma grande marca de beleza fez a sua campanha de Dia dos Pais com a imagem de um homem trans. Com isso, ficou claro que as pessoas estão priorizando outros valores atualmente. Agora, pai não é somente aquele que cuida financeiramente de um lar e exerce a sua masculinidade — mas, principalmente, quem adota, quem ama, quem cria e dá proteção. Vale refletir!

diadospais20202 - Dia dos Pais 2020: como está a paternidade de hoje?

Como foi a Live sobre paternidade da Mondaine?

No fim de julho, a Mondaine resolveu fazer diferente. Pensando em tornar o Dia dos Pais 2020 uma data ainda mais democrática, decidimos conversar com homens que estão acompanhando cada etapa do desenvolvimento de seus filhos dentro de casa.

Tudo isso, conciliando o trabalho, com as tarefas domésticas e, claro, a atenção exigida pelos pequenos. Um deles, é o Marcos Marin, pai do João (9 anos) e da Luísa (6 meses).

Como será que funciona a rotina desse millennial, em decorrência às mudanças da paternidade? Para ele, a chegada de um filho mudou completamente o seu modo de pensar e de agir — e esse impacto foi ainda maior na gestação de seu primogênito.

“Foi uma vivência inesperada, impactante e difícil no início. É uma experiência única, mas também tem muitos desafios e muita responsabilidade. E à medida que você é pego desprevenido, essa mudança acontece aos poucos. Eu fui aprendendo a ser pai, conforme o João ia crescendo e amadurecendo.

Também acredito que cada pessoa tem o seu jeito de lidar com a paternidade. Uma coisa interessante é que, assim que você vira pai, boa parte dos seus amigos e conhecidos começam a te dar dicas sobre como você deve agir. Eu acho isso muito interessante, mas, por mais que você siga algumas recomendações, cada indivíduo possui o seu “jeitinho” de lidar com os seus filhos.

Já com a Luísa, não vou dizer que está sendo fácil — porque nunca é. Mas, estou encarando a situação de um jeito mais leve. Acho que o primeiro ponto para fazer a diferença está no querer. Você tem que desejar ser pai antes de gerar um filho.

E apesar da mulher ter uma proximidade maior com o bebê, por conta da gestação, o homem também pode criar esse vínculo desde o início, seja tocando a barriga, pesquisando sobre o parto e outros tipos de preparação”

watch?v=tRIEM9u2gA4 - Dia dos Pais 2020: como está a paternidade de hoje?

Com essa leitura inspiradora, esperamos que o seu Dia dos Pais 2020 seja memorável. Não se esqueça de, mesmo de longe, presentear o seu grande companheiro — enviando uma carta, preparando uma comidinha gostosa ou investindo em um presente fantástico. Temos certeza de que o seu paizão merece!

Se você curtiu o post, aproveite para compartilhá-lo nas redes sociais e estimular a mudança, a diversidade e a igualdade entre outras famílias. Estamos juntos nessa! ✌️

Mondaine Brasil
Posts relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *